terça-feira, 13 de julho de 2010

Carruagem Dourada!!!

Uberaba/Araxá/Sacramento - Bom dia! Eu sou Feliz!
Me "Revortei" e resolvi dar uma atenção especial a mim mesma, portanto, decidi fazer uma excursãozinha com a Mamá para esses lugares aí em cima! Descobrimos a "Carruagem Dourada"! Um grupo de espíritas que se reunem sob a proteção imaculada do querido Sr. Wilson e sua filha Andrea, fazendo viagens mágicas para locais indescritivelmente fabulosos! A viagem foi maravilhosa, mas o que aprendemos foi hum milhão de vezes melhor! Também tudo o que podia ter dado de errado, deu! Eu e Mamá levamos pouco dinheiro para a viagem e ficamos quase a "ver navios" ! Eu voltei com alguns centavos ainda, mas ela, nem isso! Mamá, muito gripada, passou a gripe para mim que tbm tive inflamação no pé! Quase desistimos, mas AINDA BEM, que estávamos sob influência de um excelente obsessor, o Sr. Wilson (carinhosamente chamado de "Obs", por nós duas), que nos fez acreditar que poderíamos continuar, e continuamos!
O Sr. Wilson é tudo de bom! O que ele nos ensinou neste final de semana, não aprendemos em muitos anos de vida. A começar pelo seu "Bom Dia". Para ele não existe "boa noite", "boa tarde", só "BOM DIA" e que BOM DIA! Pois ele esclareceu que apesar de ser cedo, tarde ou noite, ainda é um dia a ser vivido, portanto é sempre: "BOM DIA"! E não é que ele está certo? Seguindo o BOM DIA, vinha nossa frase: "EU SOU FELIZ!" que encerrava o cumprimento!
Tudo foi perfeito desde o início!
A começar pela visita ao Centro Pedro Paulo de Carlos Bacelli onde houve a psicografia de várias cartas para pessoas que aguardavam ansiosas notícias de seus entes queridos. Uma lição para toda vida! Fui com esperança de receber notícias de meu avô João Dias, falecido em 2000, mas para minha surpresa, Bacelli ao ler meu papelzinho, questionou sobre Raul Dias, meu bizavô. Como ele poderia saber disso? Foi quando percebi que, apesar de nao ter recebido nenhuma mensagem, meus Avôs, estavam lá sim. E admito que me envergonhei de solicitar mensagens psicografadas, pois, depois que Bacelli começou a ler as cartas, eu percebi o quanto as famílias necessitavam daquelas palavras. Eram mães pedindo aos filhos para não brigarem! Outras pedindo perdão aos filhos que se encontravam com problemas sérios! Outras ainda que escreviam só para dizer que ainda existiam, apesar da desencarnação! Meu Deus! Como pude, eu, Miriam, querer receber algo quando tantas outras pessoas necessitavam de muito mais? A Mamá foi muito mais elevada do que eu e não pediu mensagem nenhuma. Certa ela! Foi um espetáculo de lágrimas que acalentaram nossos corações vendo a alegria dos que recebiam aquelas mensagens!
Depois fomos conhecer a Casa do Caminho do irmão Tadeu! Este homem, só com a orientação espiritual, conseguiu construir um espaço maravilhosamente perfeito onde abriga velhinhos e pessoas com problemas psiquiátricos! Todos, absolutamente todos que vivem ali, são felizes! Um lugar de uma limpeza única! Equipado com Salas de Cirurgias, UTI e tudo que tem de direito. Até ambulância existe ali. Mas o que nos aconchegou foi o "abraço do Tadeu"! Esse homem fica horas de pé abraçando todas as pessoas que vão conhecer seu espaço! E QUE ABRAÇO! Você consegue sentir o amor invadir seu corpo, sua mente e seu espírito! Chegávamos às lágrimas de tanta emoção! Eu e Mamá choramos como crianças várias vezes. À noite o evangelho do irmão Tadeu que foi belíssimo regado pelo coral cujas vozes pareciam provenientes de anjos do céu! No entanto, elas pertenciam aos pacientes da psiquiatria, acredite se quiser! Vozes de outro mundo saindo por cordas vocais abençoadas por Deus! Voltamos tarde da noite e fomos dormir para ter uma nova surpresa no dia seguinte: Sacramento!
Sr. Wilson falou para prestarmos atenção no caminho de Araxá para Sacramento! Eu sinceramente não vi pois dormi a viagem toda, mas a Mamá disse que parecia que estávamos em outro mundo de tão belas as paisagens que eram vistas do ônibus que nos levava. Algo indescritível e que eu perdi por causa de minha preguiça! (nem tudo é perfeito!)
Em Sacramento o ônibus parou antes da cidade e ao som da Ave Maria, lentamente fomos entrando em Sacramento com o respeito que aquela cidade merece! Mamá e eu choramos de novo! De lá, fomos direto à casa das sobrinhas de Eurípedes Barsanulfo um grande homem, sem dúvida, onde pudemos saborear um doce evangelho que nos revitalizou ainda mais o espírito! Muito emotiva, retornei ao ônibus para descansar pois, como amiga que sou, peguei a gripe da Mamá e fui descansar.
De lá fomos almoçar na "Gruta dos Palhares". Outro lugar abençoadó por Deus! Quanta coisa linda! Foi lá que nos reunimos em um grande círculo de mãos dadas e proclamamos uma singela prece: "Que meus pensamentos, que meus sentimentos, se unam para a paz, para o amor e para Deus, assim seja!"
Abaixo seguem algumas fotos que tiramos, mas tenho que confessar que eu e Mamá, como somos novas nessa história de viajar sozinhas, esquecemos a câmera dentro das malas e só pudemos tirar algumas fotos dos nossos celulares... (caipiras, né?) Recomendo a Carruagem Dourada: 11 3951-5932.
Uma das várias lições que o Sr. Wilson nos passou é que você pode agradecer todos os minutos durante um dia inteiro que chegará ao final do dia e você ainda não terá agradecido pelas bençãos recebidas somente nesse dia! E isso é a mais pura verdade! Forte abraço aos amigos da Carruagem Dourada!

Um comentário:

Ana Ricci disse...

Oi.... Miriam, vc é iluminada mesmo. Que lugares abençoados e lindos.... bem, tbém cheguei as lágrimas , não só pelo relato, mas tbém pelos fotos maravilhosos...natureza exuberante heim... que o Criador nos proporcionou. Sabe, fiquei com vontade de ir tbém.... quem sabe?
E, esse nosso mundo ainda tem muitas e muitas pessoas de paz, que prezam e vivem o amor incondicional, e, este será dentro de um tempo vivido por todos.
Luz - Paz e Amor.