quarta-feira, 20 de abril de 2011

Menopausa

Estamos em mil novecentos e oitenta e alguma coisa. Não lembro bem a data, mas sei que foi na década de 80, pois minha irmã já havia se casado e eu morava com meus pais, fazia faculdade e não namorava ainda. Devia ter uns 17 ou 18 anos, sei lá! Estávamos eu e minha mãe assistindo “A Maldição da Múmia” Estávamos em seu quarto deitadas as duas na cama dela. Filmes de terror são os meus favoritos e dessa vez levei minha mãe para assisti o filme comigo. No momento mais assustador do filme, daqueles em que a gente coloca as mãos no rosto só pra assistir de uma frestinha e não levar um susto muito grande, minha mãe começou a falar:

- Ai meu Deus! Ta vindo! Ta chegando! Que horror!

Meu coração que já estava aos saltos pareceu uma Ferrari. Foi de 80 batimentos a 250 em um segundo. Minha espinha congelou e meus olhos esbugalharam. Não entendi nada, mas ela continuou levantando-se da cama:

- Ta chegando! Droga! Chegou! Ai que horror! QUE DESESPERO!

Eu já encolhida como um tatu na cama só pude balbuciar:

- O que ta chegando, mãe?

Imaginei que fosse a maldita múmia que estava para ser invocada pelo corpo de mamãe para matar toda a família a dentadas. Foi quando ela disse:

- O calor! Esse maldito calor da menopausa!

Naquele instante quem transbordou de suor fui eu. Fiquei muito brava com ela que me deu um susto daqueles. Reclamei que “onde já se viu falar que ‘ta chegando’? To pensando que um espírito do mal vai possuir teu corpo, caraca! Quer me matar do coração?” Ela se matava de rir enquanto se abanava. Eu também me abanava, mas eu era de susto mesmo! Depois do ocorrido fiquei tentando imaginar o que seria essa tal “Menopausa” de que ela tanto reclamava, pois de uma hora para outra, ela começava a se abanar e ficava visivelmente banhada de suor! No meu entendimento de adolescente, não conseguia conceber essa idéia de um calor abrasador que nascia do centro do peito e explodia para o corpo todo dando uma sensação de estar “cozinhando” literalmente. Confesso que muitas vezes cheguei a pensar que fosse mãnha de minha mãe, apesar de ficar em dúvida quando via o suor abundante em seu rosto. Agora estamos em 2011 e eu com os meus 47 anos começo a conceber a idéia de menopausa em todas as suas entrelinhas. Começou com um calorzinho tímido, quase imperceptível. Demorou muito até eu entender que pudesse ser o início dos famosos “fogachos” que tanto falam! Depois tanto a intensidade do calor quanto a sua freqüência foram aumentadas e comecei a me incomodar um pouco. Mas ontem, quando abri a geladeira só para ficar sentindo o geladinho que emanava dela, pude perceber que está na hora de procurar um médico. Já estava no terceiro banho! Fresquinha! Fui me deitar com aquela sensação gostosa de frescor. Então, de repente, começo a sentir uma brasinha esquentando no centro de meu peito. Pensei “ta chegando” (lembrei de quem? Mamis, claro!!!). Então, mais alguns segundos e VUUUPT! Suor abundante sendo expelido por cada poro de meu corpo, incluindo os pés! Não tive dúvidas, corri pra geladeira, abri a porta e fiquei em pé lá em frente pra ver se o calor diminuía. Meus cabelos que já estavam quase secos, molharam novamente. Que raiva! Até que a idéia de ficar de fronte da geladeira não foi das piores e me senti um pouquinho melhor. Mas foi inevitável lembrar do filme da Múmia e da “Pseudo-possessão-menopáusica” de mamãe! Agora me pergunto: Menopausa? Quem cuida? Endócrino por ser queda na fabricação de hormônio feminino, ou Gineco por ser falta de menstruação? Reposição hormonal é feita por endócrino ou por gineco? Aliás, é feita reposição hormonal ou não? Quais os riscos e até quando vou sentir-me assim? Quanto tempo dura uma menopausa? Existe remédio para excesso de calor? Oh Senhor! E eu que tirava o maior sarro de mamãe quando ela começava a se abanar! O pior é que nem tenho filhas pra tirar um sarro delas quando chegarem nessa época! Pergunta se eu reclamo dos calores para mamãe? Fico é bem quietinha para não ter que agüentar brincadeirinhas sem graça dela, afinal, a vingança tarda mais não falha! Ciclo da vida! Beijos...

7 comentários:

Anônimo disse...

Bem vinda ao clube!!!!!!! Eu queria que o inverno chegasse logo, pra aliviar um pouquinho....rsrs
bjks
Céci Lisbôa

✿ chica disse...

Ciclos mesmo...mas passam...beijos,tudo de bom!chica e FELIZ Páscoa!

Élys disse...

A vida é, assim, não para, mas, isso passa, para tudo tem geito.
O médico pode lhe ajudar. Feliz Pàscoa.
Beijos.

Paula Li disse...

Oi Miriam, estou com quase 35 anos, mas já temo este momento. Cansei de ouvir minha mãe reclamar desses calores súbitos e eu já fico pensando quando chegar a minha vez.
O certo é que tem mesmo que procurar um médico e os medicamentos costumam aliviar os sintomas.
Como mulher sofre!!!
Bjs

soniaconslt disse...

Oi amiga,

Muito obrigado pelas felicitações pelo meu aniversário!

Amanhã é o aniversário da Malu e sexta é o da Nair
Vamos continuar participando do blog niver!
Posso contar contigo?

http://niverdeamigos.blogspot.com/

bjos

Myriam disse...

BENHÊEEE,,RSRSRS JÁ TO COM INÍCIO DE VERÃO ETERNO...rsrs Mi, tem um selo te esperando no meu blog1 Beijos

Vanessa disse...

Miriam, não tive medo de fase nenhuma mas confesso que tenho receio da chegada da menopausa por causa da faltas dos benditos hormônios, este mal necessário. Aimdeudeus, seja o que Deus quiser e que o momento ainda demore para chegar. :-)

Passei aqui para parabenizar por estar participando do concurso/projeto de livro no blog da Elaine. Acredito que independente do resultado , teremos bons frutos . Abraço!